O Lago Paprocany representa uma opção de lazer e integração com a natureza para a comunidade de Tychy, Polônia. Antes do projeto de revitalização desenvolvido pela RS+, no entanto, o espaço era frequentado apenas por alguns pescadores da região. Hoje, o local é ocupado por indivíduos e grupos em busca de contemplação e lazer em contato com a natureza.

No projeto para o Lago Paprocany, a RS+ desenvolveu um esquema claro, baseado no uso de linhas e curvas para uma sequência de diferentes experiências que reforçam a integração entre o usuário e o espaço.

Ao andar pela orla do Lago Paprocany, depois de passar por uma faixa de areia similar a uma praia, é possível encontrar duas seções lineares, cada uma com características próprias. Uma delas é uma passarela de madeira, a outra é deixa exposto o contato com o solo natural. Apesar das diferenças visuais das duas partes, ambas se destacam pelo uso de materiais que contribuem para a integração dos usuários com o espaço natural.

Com a variedade de áreas verdes, vegetação, areia e construção, a orla do lago proporciona uma riqueza visual e diversas possibilidades de exploração do local. Essa variedade de possibilidades foi uma das ideias centrais do projeto, que busca oferecer à comunidade uma nova opção de lazer e conexão com o meio ambiente. Isso é destacado pela configuração da passarela de madeira, que, com seu formato curvo e espaçoso, oferece diversas possibilidades de movimento e exploração, tanto para pedestres quanto para ciclistas.

Nos espaços entre o caminho de madeira nas margens do lago e as trilhas para pedestres e ciclistas, encontram-se áreas verdes utilizadas como espaço contemplativo, com um projeto de paisagismo que une diferentes texturas e cores naturais para uma maior interação da comunidade com a natureza. Um dos destaques dessas áreas verdes é a academia ao ar livre, que dispõe de equipamentos para exercícios em meio ao espaço natural.

Nas demais áreas, um dos elementos que contribuem para o visual harmônico do espaço é a pequena quantidade de mobiliário e outros elementos verticais, o que destaca as linhas e curvas horizontas do projeto.

Essa tendência também está presente nos bancos distribuídos ao longo do espaço, que contam com design minimalista e materiais naturais. O destaque fica para a área de descanso formada nos espaços entre as plataformas de madeira, que são recobertos apenas por uma rede azul, que dá o tom inovador do projeto.

Gostou da matéria? Continue lendo assinando a revista Produtos de Madeira aqui.

Post anterior

SOLUÇÕES PARA A VARANDA GOURMET

Próximo post

Na hora certa

admin

admin

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *